Adeus, 2021 | Por Joelma Martins

Então!
O que dizer?


Adeus ano velho,
Que de nós arrancastes a alegria
Levando a quem tanto amamos
A tristeza foi eterna companhia
O silêncio a resposta concreta
Pra vivermos no dia a dia
Em meio a tanta incerteza
Existe um Ser que nos protege e nos guia.
Por quê? Nossa dúvida eterna
Separar é profundo ardor
Levaste-nos ó ano impiedoso
Quem na vida nos encheste-nos de amor.

Saudade do meu velho Seu Zeca. Que 2021 roubou-nos sem dó.
Também da amiga Juceli Souza, que chamaste pra perto de Vós.
Seu Murilo foi a Vós visitar
Maruim bom político perdeu.
E o velho senhor Seu Alcides
A Maruim seu adeus também deu.
Também outros maruinenses
Anônimos, seu legado ficarão para os seus.

Porém como tudo tem fim
Este ano também findará
E com ele as nossas tristezas
Em 2022 se transformará
Em alegria, em fé e em esperança.
Para àqueles que em Deus se confiar.
Adeus ano velho.
E um ano novo devemos enfrentar.

Joelma Martins é Licenciada em Letras Português (UNIT) e Bacharel em Biblioteconomia e Documentação (UFS). Pós-Graduada em Didática do Ensino Superior e Gestão Educacional. Escritora, Cordelista, Poetisa e Imortal na Acadêmica Maruinense de Letras e Artes, ocupa a cadeira Nº 8, cujo a patrona é Josilda de Mello Dantas. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s