Toque de recolher começa mais cedo desta sexta até domingo em Sergipe

O toque de recolher em Sergipe será antecipado em duas horas desta sexta-feira (26) até o domingo (28), passando a valer das 18h às 5h do dia seguinte, de acordo com as determinações estaduais.

Até a quinta (25), a medida acontecia das 20h às 5h. As determinações tentam evitar o colapso na rede hospitalar, já sobrecarregada pela alta taxa de ocupação de leitos por pacientes com Covid-19.

A mudança afeta o horário de circulação dos ônibus do transporte público de Aracaju, que também irão parar de circular mais cedo. De acordo com a prefeitura da capital, de sexta-feira a domingo, a partir das 18h a frota será reduzida e as atividades encerrarão às 21h.

Equipes de fiscalização atuarão em todos os municípios e o descumprimento das medidas configura infração sanitária.

Veja as medidas vigentes no estado

  • Toque de recolher: a medida vai até o dia 31 de março, das 20h às 5h, exceto na sexta, sábado e domingo, que é de 18h às 5h. Durante o período, haverá proibição de circulação de pessoas e de veículos neste horário, exceto em caso de trabalho, emergência médica ou urgência inadiável. Durante o horário do toque de recolher somente poderão funcionar os serviços essenciais à população, além dos serviços de entrega em domicílio de bares, restaurantes e estabelecimentos similares.
  • Comércio: nos dias da semana (até a quinta-feira) fica mantido o horário final de funcionamento dos estabelecimentos de serviços e comerciais, inclusive lojas de conveniência, até às 18h, e dos supermercados e similares até as 19h, para garantir o deslocamento dos seus colaboradores às suas residências. Já na sexta, sábado e domingo, todos devem encerrar as atividades até as 17h — com a ressalva de que apenas os serviços comerciais essenciais, como supermercados, podem funcionar nos dois dias do fim de semana. O limite de público por estabelecimento permanece de 50%.
  • Templos religiosos, academias, salões de beleza, bares e restaurantes: devem seguir os horários do comércio, mas com limite de 30% da capacidade de público, e não podem abrir no fim de semana.
  • Eventos: continuam proibidos até o dia 31 de março.
  • Praias: no fim de semana, fica proibida a circulação de pessoas e a realização de atividades econômicas nas praias, orlas fluviais, parques aquáticos e similares, parques e praças esportivas ou similares, assim como a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações.
  • Aulas: as escolas da rede particular permanecem com as aulas presenciais suspensas até o dia 4 de abril, retornando no dia 5. Já as da rede pública, que deveriam voltar dia 22 de março, foram adiadas e também devem retornar no dia 5. As creches, berçários e pré-escola continuam com o funcionamento presencial. Aulas e atividades práticas do ensino superior e profissionalizante podem funcionar.
  • Serviço público: até o dia 31, a administração pública estadual não essencial poderá funcionar em regime de trabalho remoto. A medida também é recomendada para órgãos municipais.

Uma nova reunião do comitê técnico-científico estadual deve ocorrer na segunda-feira (29) para avaliar o cenário pandêmico no estado e debater sobre as medidas de restrição.

*Com G1 SE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s