Ministério Público proíbe fogueira e queima de fogos durante o período junino, em Maruim

Nesta sexta-feira (19), foi recomendada pela Promotoria de Justiça de Maruim, através do Ministério Público do Estado de Sergipe, a proibição de fogueiras e a queima de fogos de artifício, neste período junino, em locais públicos ou privados, por conta da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a promotoria, o último boletim epidemiológico da Covid-19 em Maruim, apresentou números preocupantes em uma curva de evolução ainda crescente, nada obstante a subnotificação de casos devido a insuficiente realização de exames.

Ainda de acordo com a promotoria, a tradição junina de acender fogueiras e queimar fogos pode agravar ainda mais a situação causada pelo novo vírus.

“Os fogos de artifícios no período junino podem agravar ainda mais a necessidade do uso de urgências hospitalares com a intensificação da demanda na unidade de queimados”,

argumentou a promotora Joelma Soares Macedo de Santana.

A promotora Joelma Soares, proibiu que o Prefeito de Maruim, Jeferson Santana, (MDB), conceda alvará de funcionamento para barracas de venda de fogos de artifício, bem como qualquer autorização para sua comercialização.

A representante ministerial recomendou também, que medbista suspenda todos os eventos festivos pertinentes ao período junino, como shows musicais e quadrilhas. E que, não conceda, espaços públicos para realização de eventos particulares.

Por Lohan Muller | Jornalista DRT 2391/SE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s