Repasses covid-19: “Os que recebemos, já foram gastos”, diz prefeito de Maruim

O prefeito de Maruim, Jeferson Santana, (MDB), afirmou em entrevista ao Jornal da Cidade, na última terça-feira, (12), que os R$ 63 mil que recebeu do Ministério da Saúde, para enfrentar à pandemia do coronavírus em Maruim, já foram gastos.

Prefeito de Maruim, Jeferson Santana | Reprodução / JC

 “Estamos aguardando as ações do Congresso Nacional para ver se os recursos chegam. Os que recebemos, já foram gastos”,

disse Jeferson Santana.

Na entrevista, Jeferson Santana antecipou as medidas mais rígidas, que já estão em vigor, para frear os casos da Covid-19 em Maruim. O medebista destacou também, as ações do comitê de crise, instituído por ele, e afirmou, que a cidade têm cumprido o isolamento social e o decreto estadual, assim como todas as medidas preventivas recomendadas pelas autoridades sanitárias.

O Maruim em Pauta apurou, que o prefeito de Maruim, mencionou apenas um único repasse federal destinado ao Fundo Municipal de Saúde, no valor de R$ 63.305,90, datado em 09 de abril. Mas, antes desta data, a cidade já havia recebido R$ 34.306,00, no dia 31 de março.

Em abril, foram feitos mais três repasses: No dia 09, R$ 400.54,00; No dia 14, R$ 87.004,04 e no dia 30 de abril, R$ 200.000,00.

Já no dia 07 de maio, a cidade recebeu mais R$ 79.086,80.

Somados, os valores até o momento, repassados para o enfrentamento à Covid-19, ultrapassam R$ 800 mil. Estes dados, estão disponíveis no www.fiscalizasergipe.com.br. Quando se amplia para as outras áreas da gestão municpal, os números saltam para mais de R$ 9 milhões, segundo dados disponíveis no www.portaltransparencia.gov.br.

Coronavírus em Maruim

Até o último boletim da Secretaria Municipal de Saúde, divulgado na sexta-feira, (15), 12 pessoas estão infectadas pela Covid-19, em Maruim. De acordo com o boletim, a cidade ainda possui, 4 casos suspeitos e 39 casos em monitoramento. Já foram descartados 14 casos e 6 pacientes tiveram alta médica.

À espera dos quase R$ 2 milhões

A Prefeitura de Maruim aguarda, o repasse do Projeto de Lei, (PL), do Auxílio Financeiro, aprovado pela Câmara e Senado Federal, que contemplou Maruim como o valor de R$ 1.987.505, 38. O pagamento será feito em quatro parcelas mensais. A primeira parcela, deveria está nos cofres da Prefeitura de Maruim, desde o dia 15 de maio. Mas o PL, que contempla vários estados e municípios, ainda não foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, (sem partido).

Entre os fatores que têm travado a assinatura do chefe do Executivo, estão a falta de acordo sobre o congelamento salarial de servidores e o embate com governadores sobre o isolamento social.

O desfecho deste impasse pode ocorrer em reunião virtual marcada para esta quinta-feira (21), entre o presidente e os governantes dos 27 estados e do Distrito Federal. Desde o início da pandemia da Covid-19, Bolsonaro não se reuniu com todos os governadores simultaneamente, apenas individualmente, em grupos ou por região. Também devem participar da videoconferência os presidentes dos outros dois Poderes: Rodrigo Maia (DEM-RJ), da Câmara dos Deputados, Davi Alcolumbre (DEM-AP), do Senado, e Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF).

A tentativa de reabrir um canal de diálogo, prejudicado pelas críticas de Bolsonaro aos governadores, foi de Maia, em reunião com o presidente na última quinta-feira (14). O objetivo é encontrar um consenso sobre os dois pontos que têm atrasado à sanção presidencial ao projeto do Auxílio Emergencial.

Por Lohan Muller, jornalista DRT 2391/SE | Maruim em Pauta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s