Carta Aberta sobre o Dia Internacional Contra a LGBTfobia | Por Hefraim Andrade

Carta Aberta sobre o Dia Internacional Contra a LGBTfobia

Hoje, dia 17 de maio de 2020, é comemorado o Dia Internacional contra a LGBTfobia. E, como ser humano e sabedor do que está escrito na Declaração Universal Dos Direitos Humanos, de 10 de dezembro de 1948, nos artigos 01 e 03 respectivamente, onde “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.” e ainda “Todo indivíduo tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal”, aqui, uno-me publicamente na qualidade de cidadão brasileiro, sergipano e maruinense pela vivência, a todos os LGBTQI+ em seu júbilo pelos direitos merecidamente alcançados.

Foto | Reprodução / Es-feminismo

Por vários momentos, na História, pessoas e suas formas de ser e amar foram julgadas e condenadas injustamente. Sofreram de modo indizível. E no mínimo, a Humanidade inteira deveria, penso, tratar-se mutuamente com respeito e tolerância, haja vista eventos como o Holocausto, onde a classe sobre a qual discorro, dentre outras não menos importantes, como a minha (de judeus) foi obrigada a usar um triângulo rosa e submetida a tratamentos horrendos e impossíveis de se esquecer. – Holocausto nunca mais!

Semelhantemente, homens brilhantes como o grande escritor Oscar Wilde (1854-1900) e como o matemático Alan Turing (1912-1954) padeceram por agirem conforme sua consciência, o que é, para nós, desta geração, tristuosidade o saber que indivíduos da sociedade na qual estavam insertos, beneficiados com sua arte e conhecimento, delas olvidaram rapidamente por focarem em sua sexualidade, sem saber que, com o seu sofrimento, fizeram-nos mártires da causa. – A sexualidade de alguém jamais deveria ser motivo de condenação,

Inda mais por conta do papel fundamental e positivo desempenhado por muitos homens e mulheres ao largo dos séculos em prol de várias árias do Conhecimento e mesmo em benefício dos próprios humanos como um todo. Em muitas ocasiões, a solidariedade dos LGBTQI+ fez-se sentir como verdadeiro perfume – bom exemplo de meu argumento deu-se quando em 1984, em Londres, um grupo composto por lésbicas e gays (LGSM – Lesbians and Gays Support the Miners), uniram-se para apoiar uma greve de mineiros originários do País de Gales.

Dessa forma, não poderia estar indiferente a uma data como esta – um escritor que goza da liberdade da escrita deve lembrar que há outros, no mundo, que anseiam por liberdade; não deve ser egoísta. – Doutra sorte possuo muitos amigos, colegas, conhecidos e seguidores no Brasil, México, Argentina, Turquia, etc., aos quais amo, respeito, e desejo a felicidade. Por isto, parabenizo à comunidade LGBTQI+ por existir, pois, graças a sua significativa e indispensável contribuição, possuo os livros e o conhecimento que enormemente estimo. -Saibais que é meu dever, neste momento, erguer, convosco, a vossa linda bandeira colorida; a vossa flâmula de orgulho e coragem. -Parabéns!

L^

Hefraim Andrade,

Rua da Cancela,

Maruim, 17 de maio de 2020.

| Hefraim Andrade é ativista, escritor, membro fundador da Academia Maruinense de Letras e Artes e integrante do Cumbuka Coletivo Cultural. | 

Fontes consultadas:

Declaração Universal dos Direitos Humanos. Disponível em Ohchr.org < https://www.ohchr.org/EN/UDHR/Documents/UDHR_Translations/por.pdf > Acesso em 17 de maio de 2020.

Quando um coletivo gay decidiu ajudar os mineiros do País de Gales. Disponível em Dezanove <

https://dezanove.pt/quando-um-colectivo-gay-decidiu-ajudar-650220 > Acesso em 17 de maio de 2020.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s