Mesmo após decreto de Bolsonaro, Arquidiocese de Aracaju mantém missas suspensas

O presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), através do Decreto nº 10.292/2020, definiu na manhã desta quinta-feira, 26, outras atividades e serviços essenciais que devem funcionar durante a emergência de saúde pública decorrente do novo coronavírus.

Segundo o texto do decreto, atividades religiosas de qualquer natureza passam a ser consideradas serviços essenciais e, por isso, podem voltar ao pleno funcionamento, seguindo as orientações do Ministério da Saúde.

Apesar da medida adotada pelo Governo Federal, a arquidiocese de Aracaju informou que vai respeitar as recomendações das autoridades sanitárias e, com isso, a celebração de missas permanecerá suspensa. Ainda segundo a assessoria da Cúria, por enquanto não há uma data prevista para o retorno das atividades. “A tendência é que possamos voltar após o término do período de quarentena estipulado pelo decreto estadual”, destaca.

Outros serviços

Além de igrejas, o governo incluiu nessa categoria lotéricas, fiscalização do trabalho, atividades de pesquisa relacionadas com a pandemia de Covid-19 e as atividades jurídicas exercidas pelas advocacias públicas, relacionadas à prestação regular e tempestiva dos serviços públicos.

Maruim contra o coronavírus

Em Maruim, a Secretaria de Saúde já definiu estratégias para a possível chegada do novo coronavírus.

O Prefeito de Maruim, Jeferson Santana, (MDB), decretou estado de emergência em saúde pública e anunciou novas medidas em prevenção ao Covid-19 e suspendeu as festas tradicionais e festejos juninos em Maruim.

As aulas das redes públicas municipal, estadual e particular estão suspensas por 15 dias.

A Delegacia de Maruim suspendeu os atendimentos por 15 dias.

O Conselho Tutelar de Maruim suspendeu os atendimentos por 15 dias.

A Paróquia Senhor dos Passos, através da Arquidiocese de Aracajuorientou os fiéis sobre novos hábitos para combater à disseminação do vírus, e por medida de segurança, cancelou todas as missas em Maruim.

A feira livre de Maruim teve o espaçamento ampliado entre as bancas para evitar aglomeração e restrições na venda de alguns produtos.

*Com informações do Infonet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s