Covid-19: Prefeitura de Maruim publica novo decreto e restringe vendas de produtos em feira livre

A Prefeitura de Maruim publicou um novo decreto com medidas mais rígidas para o enfrentamento da pandemia do coronavírus na feira livre. A partir deste sábado, (28), fica restrita à comercialização de lanches, roupas, artesanatos, eletrônicos e utensílios em geral.

Feira livre em Maruim | Arquivo

No documento, assinado pelo Prefeito de Maruim, Jeferson Santana, (MDB), está assegurado apenas a venda de produtos perecíveis, laticínios e derivados, como: carnes, peixes, frangos, feijão, arroz, farinha, verduras, legumes, frutas, hortaliças e condimentos.

Outro destaque do novo decreto, é o horário de funcionamento da feira em Maruim, que será reduzido até às 10h.

Os vendedores só devem comercializar seus produtos munidos de máscaras e luvas.

Confira outras restrições

  • Estão suspensos todos os eventos públicos, privados ou de quaisquer natureza que participem mais de 50 pessoas em ambientes fechados, ou 100 em ambientes abertos, ainda que previamente autorizados, tais eventos desportivos, shows, passeatas, feiras, eventos científicos, escolares, comícios e dentre outros;
  • Estão suspensas as atividades educacionais em todas as escolas municipais por 15 dias, podendo ser renovado por igual período ou outro que se fizer necessário;
  • Estão dispensados do expediente presencial os servidores públicos municipais, que possui mais de 60 anos ou são portadores de doenças crônicas;
  • Estão suspensas por 60 dias, as viagens nacionais ou internacionais dos servidores municipais à serviço da Prefeitura de Maruim;
  • Servidores da Prefeitura de Maruim que regressarem do Exterior ou dos Estados considerados zonas de perigo iminente, deverá comunicar à Secretaria Municipal de Saúde e permanecer em insolamento domiciliar pelo prazo de 7 dias, mesmo que não apresentem sintomas do novo coronavírus;
  • Está autorizada a contratação de pessoal por prazo determinado para atendimento de necessidade temporária;
  • Está autorizada à dispensa de licitação, para aquisição de bens, serviços e insumos da saúde;
  • Está suspensa à visitação pública e atendimento presencial ao público externo aos prédios municipais;
  • O comércio deverá reforçar as medidas de higienização e disponibilizar álcool em gel 70% ou mais locais para lavar as mãos com frequência. Em caso de descumprimento, a Prefeitura de Maruim, poderá adotar medidas administrativas ou judiciais para o fechamento do estabelecimento comercial e o abuso econômico na elevação de preços dos insumos e serviços de enfrentamento ao Covid-19, sem justa causa, está sujeito às penalidades previstas na Legislação.

As medidas dos decretos 04/2020 e 05/2020 devem vigorar, enquanto durar à Declaração de Estado de Emergência Internacional pelo Coronavírus.

Maruim contra o coronavírus

Em Maruim, a Secretaria de Saúde já definiu estratégias para a possível chegada do novo coronavírus.

O Prefeito de Maruim, Jeferson Santana, (MDB), decretou estado de emergência em saúde pública e anunciou novas medidas em prevenção ao Covid-19.

As aulas das redes públicas municipal, estadual e particular estão suspensas por 15 dias.

A Delegacia de Maruim suspendeu os atendimentos por 15 dias.

A Paróquia Senhor dos Passos, através da Arquidiocese de Aracajuorientou os fiéis sobre novos hábitos para combater à disseminação do vírus, e por medida de segurança, cancelou todas as missas em Maruim.

A feira livre de Maruim teve o espaçamento ampliado entre as bancas para evitar aglomeração.

Por Lohan Muller, jornalista DRT 2391/SE | Maruim em Pauta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s