Hospital de Maruim: moradores denunciam que apenas um médico está atendendo todas as áreas da cidade

Moradores de diversos bairros de Maruim, (SE), voltaram a denunciar o caos da saúde pública no único hospital da cidade: o Nossa Senhora da Boa Hora, localizado no bairro São José. Se já não bastassem os problemas relacionados à um possível racionamento de gasolina que deixou três ambulâncias paradas na porta da urgência e a denúncia de desvio de combustíveis e remédios, a deficiência chegou ao Programa Saúde da Família, (PSF), segundo informações dos moradores que precisam dos serviços de saúde.

Hospital Nossa Senhora da Boa Hora, em Maruim | Reprodução

“Desde a semana passada, tento marcar uma consulta para um clínico geral, mas não consigo. Fui informada que, apenas um médico, está atendendo todas as áreas da cidade. São apenas 10 senhas, 8 para os bairros e 2 para os povoados. A demanda é enorme para um médico só, isso não existe! Fiquei duas vezes na fila, que começa a se formar na madrugada na porta do hospital e não conseguir marcar minha consulta”, contou a moradora Maria Luiza ao Maruim em Pauta.

O sentimento de desrespeito e indignação é o mesmo da moradora Vilma Santos, segundo ela, a médica que estava acompanhando o problema de saúde dela, foi demitida e, agora, comprometeu todos os encaminhamentos.

“Cheguei para mostrar o exame para a médica que estava acompanhando meu problema de saúde e fui informada que ela tinha perdido o contrato com o hospital. Como é, que faz isso, com a gente? Muitos médicos perderam o contrato e muitos pacientes como eu, estão desorientados. Por isso está esse caos! Apenas um médico para todos”, desabafou a moradora.

Sem materiais odontológicos

Na semana passada, o setor de odontologia do Hospital de Maruim, voltou registrar falta de materiais durante os atendimentos. Ao Maruim News, um morador relatou que, passou por um procedimento de extração e o dente quebrou. No hospital, não tinha o equipamento necessário para que a médica pudesse solucionar o imprevisto.

Segundo ele, a médica ligou para o dentista do posto do Bairro Lachez, e perguntou se ele tinha o equipamento que poderia ser sido uma ‘broca’, mas sem sucesso. “Se não fosse a inteligência, a competência e o nível de conhecimento da dentista não tinha como extrair meu dente”, disse o morador em entrevista ao Maruim News.

Ainda segundo ele, a dentista teria informado, que iria suspender às extrações, exceto se o dente dos pacientes que estavam à espera, estivesse mole.

” Há quinze dias, já estavam faltando alguns materiais e o Poder Público não resolveu”, pontuou o morador.

Da Redação | Maruim em Pauta.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s