Obras de duplicação da BR-101 é retomada entre Maruim e Pedra Branca

Foram retomadas nesta terça-feira, (9), as obras de duplicação da BR-101, entre Maruim, (SE) e Pedra Branca, em Laranjeiras, (SE). De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – (DNIT), a recuperação compreende do Km 77, com início na ponte do Rio Sergipe, até o Km 72, trevo de acesso ao município de Maruim. Ao mesmo tempo, estão sendo realizadas obras de manutenção na pista existente.

66415081_358158641558659_6562325366722002944_n.jpg
BR-101: obras foram reiniciadas nesta terça-feira, (9), entre Maruim e Pedra Branca | Foto: Ascom/DNIT

Ainda de acordo com órgão, até o final do ano deverão ser entregues mais sete quilômetros de pista duplicada na BR-101 em Sergipe. 

As obras foram interrompidas enquanto o DNIT providenciava a substituição da empresa, que não havia executado os serviços. A nova empresa contratada será responsável pelo trecho remanescente, que totaliza 25 quilômetros.

A nova pista da BR-101 está sendo implantada em concreto. Após a liberação da nova pista, o trecho da pista antiga será interditado para ser restaurado. A expectativa do DNIT é liberar os 25 quilômetros de pista duplicada nesse segmento até 2021, melhorando o fluxo de veículos na rodovia BR-101.

66266676_358158674891989_3824428468804780032_n.jpg
Nova pista será feita em concreto | Foto: Ascom/DNIT

Em toda a sua extensão por Sergipe, as obras começaram em 1994 e, até o momento, tem alguns trechos ainda não concluídos. Este atraso é atribuído a uma série de fatores, que vão da falta de recursos do Governo Federal a erros na execução do projeto e desinteresse das empreiteiras.

Pelo Twitter, o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, comemorou a retomada das obras de duplicação da BR-101, em Sergipe, no trecho entre Maruim e Pedra Branca. “Compromisso que assumimos com a bancada sergipana sendo cumprido. Nova pista será feita em concreto”,  disse Freitas.

O prefeito de Maruim, Jeferson Santana, destacou a importância da duplicação da rodovia numa reunião na sede do DNIT, em Aracaju, semana passada. “Nos últimos anos foram registrados seis óbitos neste trecho que será liberado. A duplicação vai viabilizar o fluxo e vai gerar oportunidades de empregos durante a sua revitalização. Mas, o principal objetivo a ser alcançado está associado à segurança na rodovia durante o tráfego”, afirmou Santana. 


Por Lohan Muller, jornalista DRT 2391/SE, com informações do DNIT 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: