Saiba como se alimentar sem culpa nos festejos juninos

As festas juninas é uma oportunidade para se deliciar com as comidas típicas, curtir o calor da fogueira, dançar e assistir a queima de fogos. Como a culinária nordestina é rica em sabores, as preparações dos pratos típicos são os mais variados possíveis. Mas o que muita gente esquece é que tudo em excesso faz mal, na alimentação não é diferente, e pode gerar um problema para a saúde, já que as comidas típicas são as principais atrações durante os festejos.

21620197414664284_rivvo.jpg
 Quem consegue escapar da tentação dos festejos juninos? | Foto: Flávia Pacheco/ASCOM SES

O milho, o açúcar, o leite e o coco são ingredientes essenciais durante a preparação dos pratos típicos. A gerente do Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), Sieune Roberta Araújo, faz um alerta às pessoas sobre os cuidados com o valor calórico de cada prato típico e como se alimentar sem culpa durante as festas.

 “É importante que as pessoas sejam controladas e cuidadosas com as tentações que rondam as mesas durante os festejos juninos. O milho é energético e muito nutritivo, além de rico em fibra e carboidrato, mas nem tudo está liberado, principalmente para quem é diabético, tem colesterol alto ou é hipertenso. O ideal é fazer um lanche saudável antes de sair de casa, pois a moderação é o caminho mais seguro quando se trata de comidas típicas”, explicou.

 Amendoim, milho, laranja, pamonha, bolos, mingaus, canjica, mungunzá, arroz-doce, além dos licores, são os mais comercializados e preparados em casa durante as festas juninas. Por isso, a nutricionista orienta as pessoas de como manter as receitas mais saudáveis, substituindo ingredientes calóricos por outros mais benéficos a saúde.

 “Substituir o leite integral pelo desnatado é uma boa pedida, o açúcar pode ser o demerara ou mascavo, além de utilizar o leite de coco podem ser algumas opções viáveis na preparação dos alimentos. Já no preparo dos licores, o cuidado deve ser redobrado, pois o açúcar presente nessa bebida leva ao aumento de glicemia, porém mais tardiamente o álcool poderá provocar uma hipoglicemia”, pontuou.

 A higiene, conservação e qualidade dos alimentos também devem ser mantidas. A preparação requer cuidados, principalmente com alimentos industrializados que devem estar dentro do prazo de validade. “Os pratos típicos devem ser preparados no dia da festa já que contém coco e pode correr o risco de azedar, além de causar infecções intestinais”, concluiu Sieune Roberta.


Fonte: Ascom SES

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: